Ulisses Giorgi (em português)

Posted by Liz Moise on Sep 30, 2008 1:48:19 PM

Sou um gerente de TI com mais ou menos 18 anos de experiência na área de TI. Durante esse período, eu trabalhei como engenheiro de software no serviço federal de processamento de dados, como consultor para as Nações Unidas e, nos últimos anos, como gerente de TI em uma grande companhia de computadores. Sou casado e vivo Porto Alegre, sul do Brasil.

O interessante sobre inovação é que todo mundo tenta usá-la de alguma forma ou outra. Tenho certeza que você nunca vai ouvir ninguém falando algo do tipo "Meu trabalho é muito chato - a gente fica inovando e inovando o dia inteiro". Como gerente de pessoas, sei o quão importante é estimular pessoas a pensar "fora-da-caixa", inovar e descobrir novas maneiras de fazer as coisas (nem que sejam novas maneiras de fazer as mesmas coisas). Não estou falando apenas em criar idéias que solucionem problemas mais facilmente, mas encorajar as pessoas a aprenderem continuamente e se motivarem com suas tarefas diárias.

A primeira vez que eu ouvi falar sobre a Innocentive foi lendo o blog da Tribo do Mouse e no livro Wikinomics. Eu fiquei emocionado com a idéia de colocar em um único local os desafios e dar oportunidade para o mundo inteiro solucioná-los. Mesmo se você pensar em companhias gigantescas, como a GE (com mais de 300 mil empregados) e a Siemens (com mais de 400 mil empregados), eles não podem se dar ao luxo de ter as melhores pessoas do mundo em todas as áreas - e é esse o "pulo do gato" da Innocentive.

Quando eu acessei o site pela primeira vez, encontrei um desafio para melhorar a colaboração dentro do próprio site da Innocentive. Como era uma das áreas que eu mais gosto, fiquei feliz em me cadastrar como um solver e enviar uma solução - que mais tarde foi uma das soluções ganhadoras do desafio. Embora os desafio relacionados com TI não eram muito comuns na época, novos parceiros, como a SAP, estão aumentando bastante o número de desafios relacionados com a minha área. Já estou ansioso para enviar uma nova solução.

Hoje em dia, se reinventar a cada 4 ou 6 anos não é uma opção. E tenho apenas 35 anos, mas desde comecei a trabalhar, profundas mudanças já ocorreram no mercado de trabalho. Por exemplo, trabalhar de casa e ROWE (Result Only Work Environment - Ambiente de Trabalho Orientado Apenas a Resultado, usado na Best Buy) não existiam. Para mim, quando resolvo um  desafio, não estou pensando apenas em dinheiro. Estou pensando em usar minha criatividade, me manter motivado e com a cabeça aberta a novas idéias. Saber que sou capaz de ganhar um desafio prova que eu ainda sou um recurso valioso no mercado de trabalho, e que o que preciso fazer é apenas continuar lendo e aprendendo. E que outra maneira melhor de fazer isso a não ser se cadastrar em um desafio, aprender mais sobre o assunto em questão e criar uma solução?

Read this post in English.

Topics: Solvers

Follow InnoCentive

Search Blog

Newsletter

On Twitter